domingo, 13 de junho de 2010

iPad - Eu tive um sonho...

Minha primeira impressão do iPad foi negativa. Tive a impressão de ser um "iPhonão".
Bem, na verdade é um iPhonão mesmo. Tem as mesmas caracteristicas, hardware parecido e funcionalidades iguais. Agora tenho procurado conhecer um pouco mais sobre os aplicativos que vêm sendo criados para o iPad e estou mudando um pouco meu conceito.
A diferença entre o iPhone e o iPad está em identificar onde cabe o uso de um ou outro.
O iPhone é mobilidade, é tentar reunir o máximo de recursos em um único aparelho. Usá-lo no trabalho, na caminhada na lagoa... Tem e-mail, internet, videos, agenda, musica, câmera games e ainda é um ótimo telefone celular.
O iPad é um excelente leitor de livros, navegador de internet, multimida para videos, fotos e até o e-mail. Aparentemente é um iPhone maior com menos funções.
Mas sua aplicação está mostrando que deve ser encarado não como rival do iPhone, mas como um outro gadget que ao meu ver é um passo a mais para o futuro da informação.
O futuro é acordar pela manhã e não ir à porta buscar seu jornal. Em cima da mesa do café, seu iPad receberá o jornal do dia. O melhor disso é você filtrar seu jornal para ver só o que lhe interessa e até criar sua "primeira página".
A revista Veja, você vai receber no domingo cedo com um aviso sonoro saindo do eu iPad.
Quer ver seu e-mail ou navegar na web enquanto vê TV? Não precisa mais ligar seu notebook de 1,5 quilos. Basta usar o rapidissimo iPad.
O iPad tem o tamanho ideal para uso doméstico. É o aparelho de entretenimento alternativo a TV, video-game, revista, livro ou computador. Na verdade é a convergência de tudo isso aí.
Eu tive um sonho no qual usava o iPad no banheiro. Se eu levo revista e jornal neste momento solitário, por quê não?
Veja no vídeo abaixo do aplicativo da revista Time que isso já é realidade. Tem o conteudo 100% da revista impressa e ainda conteúdos adicionais para dar um upgrade nas matérias, como fotos, videos, etc.

Eu pagaria fácil uma assinatura virtual para receber este conteúdo no iPad ou até no meu iPhone mesmo.

A Época não ficou atrás e já está anunciando sua versão eletrônica:

Longe do formato apresentado pela Time mas já é um começo na evolução da mídia.

Eu sinto falta de conteúdos nestes formatos para iPhone. Optaram por fazer sites rápidos ao invés de conteúdos diferenciados. Entendo, visto que tem a questão do plano de dados (caríssimos) mas pra quem acessa via Wi-Fi poderia acessar algo parecido
Postar um comentário

Postagens populares